(11) 98253-0920 Atendimento de segunda
a sexta, das 9h às 17h

Blog

Magistratura Estadual: saiba como se preparar!

Assim como em qualquer outro concurso público, a Magistratura Estadual vai exigir bastante esforço e dedicação do aluno. Se ele não “arregaçar as mangas”, não focar nos objetivos ou não se dedicar nem que seja um pouco por dia, o resultado da prova não será satisfatório.

Em posts anteriores falamos sobre como estudar para Procuradoria. No artigo de hoje iremos ver algumas dicas e estratégias que podem ajudar o candidato a se preparar para a Magistratura Estadual.

Papel e caneta na mão? Então é hora de estudar! :D

A magistratura estadual

Você sabe como funciona o cargo de Juiz de Direito? Sabe quais são os profissionais que podem se inscrever para a Magistratura Estadual?

O Juiz de Direito é responsável por julgar causas da área ambiental, cível, empresarial, familiar, tributária, penal e do consumidor. Também é responsável por solucionar conflitos que envolvam pessoas físicas, jurídicas e o poder público. A candidatura para o concurso de magistratura vai exigir do aluno o diploma de bacharelado em Direito, certificado de aprovação no exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e três anos de exercício na atividade jurídica. Ou seja, só poderá se inscrever quem tiver esses requisitos.

O concurso para Magistratura Estadual é tão concorrido quanto o de Magistratura Federal. Então o candidato precisa se preparar com antecedência para se sair o melhor possível no exame. 

Como se preparar para a Magistratura Estadual

Agora que você já sabe o que faz o Juiz de Direito e quais são os requisitos básicos para se inscrever no concurso, que tal conferir 7 dicas que podem ajudar na fase preparatória da prova?

Dica 1: Leia o edital do concurso atentamente
É importante que você leia o edital do concurso para ter conhecimento sobre todas as disciplinas que serão exigidas na prova. Com base nessas informações fica mais fácil para você direcionar o seu foco e elaborar um cronograma diário de estudo. Também fica mais simples de analisar quais são as disciplinas que você possui dificuldade e requerem mais atenção.

Dica 2: Estabeleça um tempo diário para estudar
O planejamento e a organização são peças-chave para o estudo de magistratura. Ao estabelecer um número de horas para estudar diariamente e ao montar um cronograma em cima das disciplinas, você consegue direcionar o seu foco e atenção para o que realmente importa. Por exemplo, se decidir estudar 6 horas por dia, organize a sua rotina para cumprir essa meta.

Dica 3: Estude mais de uma disciplina por dia
A preparação para a Magistratura Estadual pode ser bem cansativa. Como a prova exige muito conhecimento jurídico, o candidato precisa estar preparado para estudar uma série de conteúdos ao decorrer do tempo. Alguns alunos acreditam que estudar apenas uma disciplina por dia é a chave para absorver o máximo de conteúdo, mas não é bem assim que a coisa funciona. Insistir em apenas uma matéria pode ser extremamente cansativo para o candidato. Afinal, quem aguenta ficar várias horas por dia lendo um mesmo conteúdo? 

Para diversificar a sua rotina e tornar o seu dia ainda mais produtivo, escolha dividir o seu tempo de estudo em duas ou três disciplinas.

Dica 4: Dê uma folga para o seu cérebro
Sabemos que você quer absorver o máximo de conhecimento até o dia da prova. Porém, assim como os seus músculos precisam de descanso após uma série de exercícios, o seu cérebro também precisa de uma folga para se recuperar após horas de estudo. Dar uma pausa de 10 a 15 minutos durante os estudos é uma forma de relaxar o seu cérebro e mantê-lo ativo por mais tempo. Ou seja, é uma estratégia. Se você não der esse período para ele descansar, provavelmente você vai ficar cansado mais rápido e absorver menos conteúdo. Por isso, descanse!

Dica 5: Faça uma revisão dos conteúdos que já estudou
Você já pensou em fazer uma revisão para avaliar quanto conhecimento foi absorvido depois de um longo período estudando? Vamos supor que nessa semana você separou o seu tempo para estudar direito civil, direito constitucional, direito tributário, ambiental e direito penal. Você começou na segunda-feira e encerrou na sexta-feira, ok?

Então, que tal tirar um tempinho no sábado para revisar o que você aprendeu nesses cinco dias? Você pode fazer questões de provas anteriores para avaliar como está o seu desempenho e se está tendo (ou não) alguma dificuldade com o conteúdo.

Dica 6: A constância é mais importante que a intensidade
Podemos dizer que a preparação para a Magistratura Estadual funciona como uma prova de corrida. A distância de 42,195 km é o tempo que o aluno vai ficar estudando, e o candidato é o maratonista. Nessas provas de corrida o que vale é a resistência e a constância com que o maratonista corre. Não é a velocidade, nem a intensidade. Se a pessoa coloca todo o gás no início do percurso, provavelmente não terá fôlego para continuar correndo ou chegar até o destino.

O mesmo vale para a preparação de um concurso público para magistratura. Ir com muita sede ao pote, ficar afobado e exagerar na carga diária de estudo pode levar o seu corpo ao cansaço extremo. Ou seja, ao invés de ficar bem preparado para o dia do exame você pode acabar desmotivado e cansado demais para enfrentar o desafio. O segredo está em dar um passo de cada vez. Lembre-se disso!

Dica 7: Escolha bem os seus materiais
Os livros e cadernos serão a base do seu estudo. Por isso é importante escolhê-los com sabedoria. Se você não tiver acesso a conteúdos atualizados, isso pode significar que você está atrás dos concorrentes e menos preparado para se sair bem no exame. Você precisa buscar materiais que ofereçam o máximo de qualidade e ajudam otimizar a sua preparação. Podcast, videoaulas e simulados, por exemplo, são formatos interessantes para aprender e reforçar o estudo de um jeito mais simples.

Gostou das dicas?
Já sabe como se preparar para a Magistratura Estadual? Caso você tenha ficado com dúvidas, entre em contato conosco e aproveite para conhecer o nosso curso preparatório Extensivo MAGE. Ou, se preferir, continue lendo o nosso Blog para ficar por dentro de todas as novidades sobre concursos públicos.

Sobre o Autor

Caio Vinícius Sousa e Souza

Procurador do Estado do Piauí (8º lugar), aprovado na PGE/BA. Mestre em Direito Constitucional (UFPI). Coordenador e coautor do livro "Curso de Peças e Pareceres - Advocacia Pública - Teoria e Prática" pela Editora JusPodivm. Coordenador e coautor da Coleção Doutrinas Essenciais - Procuradorias. Coautor de várias obras jurídicas especializadas.